exemplo de uma fonte gótica, que não é uma fonte segura, ou seja, existe o risco de não ser exibida no computador do usuário caso não seja usado @font-face Se você chegou até aqui pensando em ler algo sobre o tal Microsoft WEFT (Web Embedding Fonts Tool), esqueça. Nunca consegui usar esse programa.

O propósito aqui é tão somente explicar que, além do WEFT, você pode baixar este executável e começar a gerar suas fontes EOT. Tem também versão para Linux (tar.gz).

Lendo recentemente o muito bem explicado artigo de Edward O’Connor você vai ver que mudar a(s) fonte(s) do seu site nunca foi tão fácil.

Não faz muito tempo não podiamos trocar Arial, Courier New, Verdana, Trebuchet MS e etc. por fontes mais elaboradas devido a falta de suporte de determinados browsers (leia-se IE).

Pra mim é uma grande ironia, pois o próprio WEFT foi desenvolvido pela Microsoft para “embedar” as fontes em uma página web. Daí o significado da extensão de fonte EOT, Embedded OpenType. Sendo assim, por que ele é tão chato de usar?

Enfim, se o IE simplesmente não existisse, “embedar” uma fonte TTF e/ou que não seja web-safe em seu site seria assim:

<style>
@font-face {
    font-family: "teste";
    src: url("nomedafonte.ttf") format("truetype");
}
</style>

Mas, para garantir que ela seja exibida nas versões do IE, você utiliza assim:

<style>
@font-face {
    font-family: "teste";
    src: url("nomedafonte.eot"); /*somente para o IE*/
    src: url("nomedafonte.ttf") format("truetype"); /*para outros browsers*/
}
</style>

Importante ressaltar que a declaração usando a fonte .EOT deve vir antes da .TTF, e declarar o parâmatro format para a .EOT faz com que o IE não compreenda.

Usando conditional comments:

<style>
@font-face {
    font-family: "teste";
    src: url("nomedafonte.ttf") format("truetype");
}
</style>
<!--[if IE]>
<style>
@font-face {
    font-family: "teste";
    src: url("nomedafonte.eot");
}
</style>
<![endif]-->

E no HTML:

<div style="font-family: teste;">
    Essa fonte ficou doida pra c...
</div>

Então, separe suas melhores fontes TrueType e mãos a obra! Como não é necessário nenhuma instalação, tudo que você precisa fazer é o seguinte:

  1. Baixe o arquivo zip e descompacte-o no C: (ou outro local de sua preferência)
  2. Chame a linha de comando do DOS (menu Iniciar do Windows > Executar, digite “cmd” e tecle “Enter”). Aí você digita a seguinte linha de comando:
  3. C:>ttf2eot.exe C:nomedafonte.ttf C:novafonte.eot

Troque o C: pelo local que você salvou o executável. Bem, o primeiro lote da sintaxe é a origem (o caminho onde se encontra sua fonte + nome + a extensão .TTF) e o segundo é o destino (o caminho a ser salvo o arquivo final + nome + a extensão .EOT). O nome da fonte pode ser o mesmo, já que a extensão é diferente. Nada impede. E está feito.

Guardei o melhor pro final (rsrs). Não quer baixar nada? Teste estes conversores online! Funcionam mesmo!

Outras referências: